Rascunho versos. Neles, sentimentos.

domingo, 6 de novembro de 2011

FOI ADEUS DE VERDADE!





Quando terminamos
de comum acordo,
sem brigas, espantos,
surpresas ou lamentos,
assim combinamos:
amigos seremos.
Não sinto tua falta
mas o que me choca
é você se esconder
quando me vê.
Não entendo por quê!
Esconder tantos anos
de um amor insano,
vivido sem prantos,
só eu e você ...
Talvez recaída,
estás a temer?
De minha parte
não corres perigo,
estou tão tranqüila,
não faz mais sentido!
Você que foi meu
desatino total,
paixão sem pudor,
é concluso afinal!
Transitou em julgado,
não cabe recurso,
não corre mais prazo:
arquivo geral!

©rosangelaSgoldoni
22 09 2010
RL T 2 536 417

Um comentário:

  1. Muito bom.
    Ficou muito legal a junção da poesia com a música.
    Parabéns!
    Abs

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!