Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sábado, 19 de novembro de 2011

CUIDADOS URGENTES






CUIDADOS URGENTES

Rotina contemporânea,
sangrar terras e mares,
impulsionar a economia,
apesar de todos os pesares.

O negro que se supõe
riqueza, mas gera contrastes,
apresenta alternativas
discutidas em muitos debates.

Mas o homem não percebe
o caminho da destruição,
continua a investir em petróleo,
vasamentos e poluição.

Sofre o planeta e seus detratores,
sofrem inocentes desesperados,
trocam o fogão por “estufa”
animais indefesos, contaminados.

Àqueles que negligenciam a Terra
comprometendo demais agregados,
fauna e flora em compasso de espera,
reavaliem os projetos traçados.
Não ignorem o socorro pedido
são urgentes os cuidados.

©rosangelaSgoldoni
20 11 2011
RL T 3 345 769




Fragmento publicado na Antologia “Um Universo Ecologicamente Poético”, Iluminuras Gráfica e Editora, página 141, Maceió 2012







2 comentários:

  1. Ai que orgulho de ser sua amiga!!!!
    sensível, inteligente, linda!!!
    Beijos, Neida

    ResponderExcluir
  2. Eu é que fico orgulhosa com a sua presença e comentário.
    Obrigada, amiga Neida!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!