Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

CARAMANCHÃO



CARAMANCHÃO

Sou jardim em mutação,
gardênia ou rosa em botão!
O importante é florir,
deixar simplesmente fluir,
a seiva das minhas mãos.
A seiva que alimenta
gavinhas e trepadeiras
que nos enlaçam
sem permissão.

Testemunha:

- o caramamanchão!

©rosangelaSgoldoni
06 08 2011
RL T 3 142 418

Poesia publicada na Antologia Café com Verso

2012 SP Editora Delicatta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!