Rascunho versos. Neles, sentimentos.

domingo, 13 de novembro de 2011

CLARAS EVIDÊNCIAS





CLARAS EVIDÊNCIAS

As rosas que não me deste,
por absoluta desatenção,
permanecem submersas
nas estufas do meu coração.
Ainda tento irrigá-las
mas não me permite a razão.

Tão claras as evidências;
eu, cegueira, inflada ilusão;
pensava que borbulhavam
torrentes de pura emoção.
Um engano que se desfaz
Nestes versos confissão!

©rosangelaSgoldoni
14 11 2011
RL T 3 333 289
E-Book Fragmentos Poemas à Flor da Pele AnoVI 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!