Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

NÃO TENHO MAIS TEMPO




Sei não!
Aliás, não sei tantas coisas…
Certo é que
começo a aprender a envelhecer.
Não tenho mais tempo
pra ineficiências,
inexperiências,
tolices..
Não tenho mais tempo
pra amores complicados,
problemáticos
ou mal resolvidos…
Chatices sem fim!
Mas não sou invisível
e vivo a sorrir.
Só quero que alguém
tenha tempo
pra mim.

31 01 2013
©rosangelaSgoldoni
RL T 4 115 211

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

POESIA, FANTASIA E CORAGEM






As vírgulas se esgotaram.
Só/çobrou um ponto final.
Claríssimas evidências
dão contas 
de que nossos poemas
frequentam diferentes saraus.
Versos que foram nossos,
hoje, apenas meus;
trajeto de uma história
que do tempo
não se perdeu.
Eu e minha bagagem
(poesia, fantasia e coragem)
um novo rumo traçamos:
o Ateneu nos espera!

©rosangelaSgoldoni
29 01 2013
RL T 4 112 829
Publicado na Antologia Café com Verso, vol. II, Editora Futurama, 2013, SP

domingo, 27 de janeiro de 2013

ORAÇÃO PELA COMPREENSÃO .. POR SANTA MARIA




Senhor Jesus,

dá-me postura monacal
para que em mim cristalize
a virtude da compreensão,
aceitando os fatos
sem discordar da Criação..
Que não se  turvem meus olhos
à solidariedade,
à dor física, material ou moral
dos aflitos e constrangidos.
Clamo por serenidade,
dispensando a passividade
frente ao livre arbitrio.
Que eu tenha discernimento,
sanidade e bom senso
para disseminar Tuas palavras.

Que a Tua Luz conforte
as famílias de Santa Maria!

Que assim seja,
hoje e sempre!

©rosangelaSgoldoni
27 01 2013
RL T 4 108 401


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

SÃO PAULO, GAROA E POESIA






São Paulo
que te quero impura,
revestida de cultura,
templo de pluralidades.
Senhora
de audácias seculares,
revoluções históricas
em multiplacadas faces.
Garoa
que transborda poesia,
em cada rosto,
em cada esquina,
estrepitosa alegría
ou suspiros de saudade.
São Paulo
que te quero hospitaleira,
esperança companheira,
transformando realidades.
Destino laços fortes fundadores,
agregados e valores,
num delírio social.

©rosangelaSgoldoni
17 12 2012
RL T 4 103 395

SOPRO DE VIDA



odores,
suores,
seivas
que
denunciam
o
amor
(a priori).
entranham-se
na
memória
e
revelam-se
perenes
(a posteriori).
experiências
sensoriais:
que
se
renovam
num
sopro
de
vida
continuado.

©rosangelaSgoldoni
26 11 2012
RL T 4 102 573


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

POETAS FAZENDO ARTE EM BÚZIOS/SALÃO DE GENEBRA

ANTOLOGIA "POETAS FAZENDO ARTE EM BÚZIOS"
(participando dos dois volumes)
LIVRO I 2012
LIVRO II 2013
NO VARAL DO BRASIL EM GENEBRA 2013




terça-feira, 22 de janeiro de 2013

QUANDO EU PARTIR...




Quando me for,
por favor,
não exclamem: coitada!
Antes, quero-me maquiada:
olhos e boca,
faces rosadas.
Nada de palidez:
que me vejam como eu gostava
Quero o som da bossa nova
a embalar o sono eterno.
Nênias, dispenso.
Vou ao encontro de Nara Leão
e seu violão,
Johnny Alf e sua brisa,
Elis e seu jeito intimista.

No testamento, a lápide:
“Partiu prosa,
Poética no Céu”!

©rosangelaSgoldoni
22 01 2013
TL T 4 098 497

Publicado na Antologia Poemas à Flor da Pele, Livro 8, 2014, Editora Somar, Porto Alegre


domingo, 20 de janeiro de 2013

AMANHECE




Hoje não estou pra nostalgias.
Chuva miúda não vai me provocar.
Quero música, vida pela vida,
fisiologia sem consciência a me cobrar.
Não há saudades, lamentos, turbulências:
so tempo, ´
sem mesuras
e seu curso regular.
Canto a alegria dos pulsantes
regozijos da manhã a se mostrar.

©rosangelaSgoldoni
20 01 2013
RL T 4 094 489

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

RASCUNHOS OUTONAIS



Rascunhos
densos
ou
transparentes
trafegam
pela
mente
desta
persistente
esteta.
Apreendido
o
sentido,
não
mais
tempo
de
passá-los
a
limpo:
resvalo
em
muros
outonais!

©rosangelaSgoldoni
16 01 2013
RL T 4 090 918


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

À LUZ DO SOL NASCENTE



Com o olhar no horizonte
escalo sonhos
livre de amarras e julgamentos.
Balões coloridos impulsionam-me
nesta aventura audaz e consequente:
fez-se azul cristalino
o que ofuscava minhas lentes.
Desintegram-se os dragões
à luz do sol nascente.

©rosangelaSgoldoni
16 01 2013
RL T 4 087 354

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

PROMESSAS DE AVALON




Que venha a bruma inquieta
envolta em seus mistérios,
instigar-me e tirar-me do sério
com promessas de Avalon.
Senhora em meus domínios,
pomar, varandas e ninhos,
onde me permito,
sem limites,
solitárias recordações.
Medo?
Já somos consortes:
status de hóspede
já te concedi.
Entra e fica à vontade,
espalha-te por  toda a parte,
faz-me princesa celta,
sob as bênçãos de Áine,
soberana deusa do amor.

©rosangelaSgoldoni
14 01 2013
RL T 4 084 955

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

LEITORA INVASIVA



Debruçada sobre um livro,
(daqueles que mexem comigo)
exponho-me sem medos
ao roteiro ali traçado.

Viagem sem horizontes,
fronteiras inexistentes,
só a leitura a me conduzir.

Insiro-me num personagem,
incorporo sua linguagem
e vibrações sensoriais.

A leitora invasiva,
suga a vida no escrito,
brinda ao personagem escolhido
e ao autor da criação.

©rosangelaSgoldoni
12 01 2013
RL T 4 080 425
revisado em 14 12 2016

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

GORJEIO




despojos,
feridas,
exposição ardida
das entranhas enegrecidas
pelo
amor
em
 estertor.

perdidos,
sem abrigo,
ainda insiste
um
gorjeio
em suas
vidas
a
ressoar.

ventos e tormentas
que estão a
espreitar.

©rosangelaSgoldoni
10 01 2013
RL T 4 078 073


terça-feira, 8 de janeiro de 2013

CANTO SOLO ( Soneto classificado no Concurso Soneto de Ouro 2012, da Academia Jacarehyense de Letras, SP)




Vejo meus sonhos alimentados,
textos ensaiados à exaustão.
Teatros da vida frequentados,
faltam-me diretor e direção.

Refletores sempre desligados
embaçam as linhas de marcação;
percebo os palcos revirados,
eu, insistência e sofreguidão.

Neste percurso de canto solo,
permeio delírio e descompasso,
mas, bem atenta, eu me controlo.

Assim, dos meus sonhos não abro mão,
inteireza de vida, adeus ao cansaço,
alcançam  meus versos absolvição!

©rosangelaSgoldoni
13 05 2012
RL T 4 072 210



Soneto classificado no Concurso Soneto de Ouro 2012, da Academia Jacarehyense de Letras, SP
Publicado na II Antologia Poetas Fazendo Arte em Búzios, 2013 Editora Somar


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

AQUELA MENINA



Aquela
menina
vestiu
fantasia,
pensou
ser
artista,
cantora,
astrônoma,
talvez
tradutora.
Aquela
menina,
hoje
senhora,
traduz
sua
vida
em
verso
e
prosa!

©rosangelaSgoldoni
04 01 2013
RL T 4 067 158



Poesia publicada na Antologia Poeta, Mostra a Tua Cara, vol. 10 – 2013 (Proyecto Cultural Sur Brasil, XXI Congresso de Poesia Brasileira)

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

UM AMOR RESILIENTE



Seu olhar desavisado
não se deu conta da minha presença.
Quando me percebeu, denunciou
a sobrevivência dum latente querer.
Eu, displicente, limitei-me a perguntar:
- Como vai?
Pobre amor que nasceu distraído,
enredomado sem cuidados necessários;
resiliente, 
ainda teima em florescer.

©rosangelaSgoldoni
02 01 2013
RL T 4 063 984

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

TEMPOS DE ANO NOVO




Tempos de Ano Novo

Há um brilho diferente no céu,
cores, fogos incessantes,
toda a gente a sorrir!
Tempos de Ano Novo!
Linha invisível
que separa o passado
do futuro almejado.
Indago:
se os dias se sucedem,
todo o dia não é dia novo?
Todo o dia é dia de abraço
cada dia, um presente?
Assim,
que os presentes se renovem,
que a alegria prospere,
que a fartura faça morada
na solidariedade compartilhada.

Feliz Ano Novo,
Feliz Novo dia!

©rosangelaSgoldoni
22 12 2012
RL T 4 049 313