quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

OBRIGAÇÃO X GENTILEZA




Hoje foi assim:
ameaça de chuva e ônibus cheio.
Não hesitei. Entrei assim mesmo.
Os bancos destinados aos idosos ocupados por jovens.
Não estava a fim de confusão. Penso que ainda tenho mais vigor do que muitos deles, sem falsa modéstia.
Caminhando pelo corredor cheguei próximo à porta de saída quando uma jovem me ofereceu o lugar.
Agradeci e respondi:
- Estou bem, não se incomode comigo.
Insistiu ao que respondi:
- Se houvesse necessidade não recusaria. Esteja tranquila. Agradeço a sua gentileza,
Para minha surpresa:
- Gentileza não, é minha obrigação. Gentileza seria um sorriso!
Obrigação seria de quem deveria me ceder o lugar reservado aos idosos afinal, ninguém se levantou.
E insistiu na "tal obrigação" e repliquei:
- ensinei meus filhos a serem gentis.
Continuei em pé e se ofereceu para segura minha sacola.
Aceitei.
Por coincidência, desceríamos na mesma parada, quando gesticulei com mão dando passagem para que descesse primeiro.
Abriu um largo sorriso e respondi:
agora sim,

valeu a gentileza, garota!


©rosangelaSgoldoni
05 12 2019
RL T 6 811 944

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

CELEBRANDO PAPAI NOEL




Aguardava todos os anos...
Sapatinho na janela
e um buquê de esperança.
Esperava até cansar e,
cansada,
dormia sem reclamar.
Talvez soubesse que o tempo
não fosse o de brincar.
Era preciso estudar.

E o relógio deu muitas voltas...

Naquela cidade um palácio,
uma criança em cada janela...
Um espelho emocional,
reviu-se em cada uma delas
no festejar do Natal!
Celebrou seu Papai Noel!

©rosangelaSgoldoni
03 12 2019
RL T 6 810 279




quinta-feira, 21 de novembro de 2019

CORDÃO UMBILICAL



Deitada em seus braços
rompia o cordão umbilical
dos pudores que a imobilizavam até então.
Cansada de inseguranças
entregava-se e
respirava leve
o breve que lhe aprouvera.
Mergulhava de cabeça nas incertezas da vida.
Eram momentos de abandono
pontuados pelos sonhos que ousou desafiar:
uma eternidade na corrida contra o tempo.
Venceu!

©rosangelaSgoldoni
20 11 2019
RL T 6 799 842

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

CONVITE



Compartilhando com vocês a alegria de participar desta Antologia organizada por Dyandreia Portugal através da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil/RJ.
É um trabalho biográfico sobre mulheres que marcaram seu tempo e fizeram História em diversas áreas em prol do país.
A mim coube Luz del Fuego que povoou meu imaginário na adolescência. Era citada por minha mãe com certa reverência.
Além do trabalho biográfico, incluo uma sigela homenagem em forma de poesia que somente no seu tempo será divulgada.
Em resumo:
Luz del Fuego e o “Meu corpo, minhas regras”
Adepta do naturismo e do vegetarianismo, foi uma mulher muito à frente de seu tempo.


domingo, 17 de novembro de 2019

ASAS DE SAUDADES





Mantinha as portas fechadas
mas não ousava confinamentos;
protagonizaram uma bela história
de amor sem arrependimentos.
Ah, momentos,
suspiros,
distanciamentos...
Idas e voltas,
tormentos!
Só eles,
tão sós
em movimento de translação descoordenada,
desordenada pelas razões do não ser.
Se foram,
ainda não entenderam.
Descobrirão
certamente,
mais além.
Saudades e asas
encarregar-se-ão de
impulsionar um novo jogo
além do provável!

©rosangelaSgoldoni
RL T 6 794 274

OBRIGAÇÃO X GENTILEZA

Hoje foi assim: ameaça de chuva e ônibus cheio. Não hesitei. Entrei assim mesmo. Os bancos destinados aos idosos ocupados por jov...