RASCUNHOS DA ROGOLDONI

Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

CHUVAS


Pode ser uma queda em plumas
ou desabar impiedoso aos meus pés.
Pode ser breve tal um cometa
ou persistir sem questionar seu revés.
Pode ser fonte de ganho e de vida
ou desabrigo, tristeza e desolação.

Chuvas que vem e vão!

©rosangelaSgoldoni
21 06 2017

RL T 6 033 980

terça-feira, 20 de junho de 2017

INCÕMODO


Não queira que corresponda
ao que eu não posso prometer;
só preciso encontrá-lo
e algumas verdades dizer.

Mas verdade não é seu forte,
argumentos não sabe ouvir,
não tem estrutura ou suporte,
prefere de mim fugir.

Não preciso mais do seu colo,
voltei normalmente a dormir;
é certo ainda o incomodo,
demonstra seu jeito de agir.

Fique com seu mundinho disforme
pus o meu a reconstruir.

Rogoldoni
16 11 2011

RL T 6 032 440

quinta-feira, 15 de junho de 2017

FRAGMENTANDO EMOÇÕES


Face a uma ideia insana
outra me seduziu:
racionalizar a emoção:
a terapeuta sorriu.
Claro, também sorri,
do absurdo que proferi.
 
Uma exposição
sem fundamento ou lógica;
na verdade surrealista
era a minha proposta.
Contra argumentei
fragmentando emoções.
 
Pinceladas de traços fortes
compõem a minha vida;
sou totalmente Van Gogh,
o conjunto é harmonia;
não ligo ou me abalo
se não sou compreendida.
 
©rosangelaSgoldoni
05 07 2011

RL T 3 204 913

segunda-feira, 12 de junho de 2017

VIDA A DOIS


CONVITE


TEMPOS E (IM)PACIÊNCIAS



Foi-se o tempo do pouco tempo,
dos relógios e seus ponteiros
a controlar-me sem compaixão.
 
Uma corrida desleal!
 
Não havia espaço pra erros,
acumulavam-se sonhos e segredos,
funções e medos reais.
 
Tempos de tempo integral!
 
Meu tempo de hoje é sobra
que me devora por fora
e desacelera os  pensamentos.
 
(Im)paciências de vida!
 

©rosangelaSgoldoni
21 05 2017
RL T 6 024 351