Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

REPAGINANDO A VIDA





Vivi medos,
negativas,
culpas sem justificativas.
Na verdade,
paranóia emotiva!
Mas aprendi a ser
seletiva!
Refiz conceitos,
atitudes,
descobri virtudes
desconhecidas.

Refiz minha auto-estima.
Repaginei minha vida!

©rosangelaSgoldoni
02 06 2011
RL T 3 008 935

6 comentários:

  1. Amei !

    A isto chama-se 'Maturidade', não é mesmo ?
    Acredito que quando chegamos a ela, deixamos de sofrer e começamos a usufruir da vida verdadeiramente...

    ResponderExcluir
  2. Exatamente, minha amiga!
    Interessante que esta poesia surgiu em contraponto a uma que li, de uma amiga poeta,
    onde ela se lamenta no primeiro ao último verso.
    Maturidade não é tempo de lamentar.
    Maturidade é tempo de REPAGINAR!
    Obrigada pela visita e comentário.

    ResponderExcluir
  3. Arilza Cavalcante de Castro10 de junho de 2011 20:35

    Para quem vive unido a Deus, a vida é sempre primavera.

    ResponderExcluir
  4. Mesmo nos invernos rigorosos, com Ele, a primavera ressurgirá.
    Obrigada pela visita e comentário.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Rosangela, a idade traz-nos amadurecimento, temos que nos livrar do que não nos faz crscer, pelo contrário estagnamos, só fazendo nossa mudança interior coisas novas, amigos novos virão, é a nossa evolução.

    Fátima Luisa

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!