Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 7 de junho de 2011

ALMA LAVADA






ALMA LAVADA

Areia de praia
grudada no pé;
descalça passeio,
arrebenta a maré.
Espumas de sal
que trazem energia;
Senhora dos Mares,
sou pura alegria.
Tonteia a cabeça
neste vai-e-vem;
retomo meus passos,
rejunto os cacos,
com a alma lavada
agora estou zen!

rosangelaSgoldoni
22 05 2011
RL T 3 0 20 989
Poesia publicada na Antologia Café com Versos  III 2014
Editora Delicatta SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!