Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

DESISTI DE TE DEVORAR


Arte: Arthur Braginsky




Ao te decifrar
desisti de te devorar.
A aridez do teu deserto
ressecou meu coração.
O amor era tanto,
a fome desespero,
a prudência foi maior.
Estou só.
Resgato meus temores
revisando valores:
reidrato tua ausência!

©rosangelaSgoldoni
15 06 2011
RL T 3 036 705
Publicada em Fiapos de Lucidez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!