Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 5 de julho de 2011

DESABAFO




Tem gente que nasce predestinada.
Predestinada a ser chata, pegajosa ;
que troca máscara de madrugada
e acorda pensando ser melindrosa.

Conheço gente que faz encrenca
por qualquer dá-cá-aquela-palha ;
reveste-se de frágil e delicada avenca
disfarçando por baixo sua mortalha.

Aqui  nestes versos, sou desabafo:
protejo-me redoma, 
fortifico-me.

©rosangelaSgoldoni
05 07 2011
RL T 3 078 020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!