Rascunho versos. Neles, sentimentos.

domingo, 31 de julho de 2011

AINDA SOU PACIÊNCIA




Ontem eu esperei
nem que fosse um breve encontro;
este nosso amor tão antigo
não merece tais desencontros.

Os ponteiros galopam sem rédeas,
absolutamente insanos
e me mantenho em espera
não sei dizer até quando.

Aguardo,
ainda sou paciência,
mas posso ser desistência,
e te descartar dos meus planos.


©rosangelaSgoldoni
21 07 2011
RL T 3 130 339

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!