Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 12 de julho de 2011

O BEIJO QUE EU TEMIA




O beijo que eu tanto queria,
hoje me fez companhia,
surgiu quando não esperava.

Seu beijo que eu tanto temia,
sem aval ou qualquer garantia,
enredou-me numa cilada.

O véu que nos encobria
revelou-se em total sintonia,
apagando  rancores e fadigas
de uma ausência tão prolongada.

Nosso campo magnético,
muito mais do que elétrico,
é energia polarizada.

Nossos passos às vezes contidos,
refazem o mesmo caminho.
Não sei se a questão é o destino
que se apresenta com cartas marcadas.

Na verdade,
não quero saber de nada !
Nossa  fome foi saciada !

©rosangelaSgoldoni
13 07 2011
RL T 3 091 769

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!