Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sábado, 7 de julho de 2012

VICIADOS EM POESIA


14/03 DIA NACIONAL DA POESIA






O poeta é um viciado em versos:
dependente das letras, ritmos e das suas poesias.
Há os viciados castos,
agravam seu estado com métricas e rimas.
Outros, desvairados:
cometem haicais, poéticas plurais ou são minimalistas.
Que fique claro:
doença contagiante, propaga-se a galope.
Desenvolve-se em leitores incautos, ávidos de emoção.
Não há cura nem pesquisas em andamento:
o poeta é autoimune a tratamentos.
Compulsivo: escreve, escreve, escreve...
enquanto elabora sentimentos.
Abençoados sejam os viciados em poesia
pois terão o perdão eterno e
renascerão em manifesta harmonia!
 ©rosangelaSgoldoni
04 07 2012
RL T 3 762 871

3 comentários:

  1. Postado por e-mai:
    Carmen Lins de Carvalho deixou um novo comentário sobre a sua postagem "VICIADOS EM POESIA":

    Tenho inveja dos poetas. Se houver outra vida quero ser poeta. Mallarmé, poeta franc^s certavez falou que poesias não se fazia com idéias mas com palavras, respondendo a um amigo que dizia que tinha muitas idéias, mas nada de palavras.
    Certamente, Mallarmé quis dizer que os poemas devem ser corporificar em palavras.
    Amei sua poesia.

    ResponderExcluir
  2. Sua visão do poeta está esplêndida. Nada poderia descrever melhor, e com arte, a arte de versar. O vício de escrever e do outro lado, o vício de ler. Que vícios bons! Sejamos sempre adictos!

    ResponderExcluir
  3. Agradecida Renato,
    Agradecida, Carmen Lins de Carvalho!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!