Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

FELICIDADE É O MEU NOME



 Houve um tempo...
um anu preto
fez pousada em meu jardim.
Olhos negros festejavam
vertendo lágrimas sobre mim.
Meus ombros se envergavam;
um peso insuportável,
o mundo e o cansaço
esvaíam-se num estopim.
Virei a mesa, 
virei o jogo;
ensaiei bailado novo:
convoquei colibris.
Intimaram-me:
- volte a sorrir!
Numa paleta de cores,
repaginei meus  valores
e, afinal, entendi:
meu ritmo, eu mesma harmonizo,
independe de quem o interrompe:
FELICIDADE É O MEU NOME.
 
©rosangelaSgoldoni
12 07 2012
RL T 3 773 329


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!