Rascunho versos. Neles, sentimentos.

domingo, 1 de julho de 2012

ABANDONO



A noite aproxima-se.
O sol deita-se na praia embalado pelas marolas:
dá- me as costas.
Ressurgirá noutras plagas
com a mesma energia e disposição.

Eu observo calada.
Não sei de que lado fico.
Estou na fronteira do acordada
e do sono, que agora abomino.

Dormindo assumo riscos
de sonhar com o que não mais acredito.
Culpá-los, a você ou ao sol,
não tem mais sentido.

Permaneço, olhar no infinito, pedindo clemência,
busco a luz dum farol por sobrevivência.

©rosangelaSgoldoni
01 07 2012
RL T 3 754 654

Um comentário:

  1. Adorei.
    Beijo de paz e poesia.
    Ci.

    http://ceciliafidelli.blogspot.com.br/2012/07/eu-e-meu-amor.html?showComment=1342153518801#c3332202728659289906

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!