Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

AUTO-EXORCISMO



Sou uma quando estou aqui.
Transmuto-me quando chego lá.
Diferem os humores e as realidades.
Antagônicas geografias
das minhas idas e vindas,
quem sabe, identidades:
Tumultuados sensores
X
Paz e tranqüilidade!
O ritual de chegada, um auto-exorcismo:
dispo-me do negativo e da pele enrugada,
o brilho da tez
pode ser atestada.
Mas deixo em suspenso a rota traçada,
segredos que guardo com a alma lavada.

©rosangelaSgoldoni
19 01 2012
RL T 3 462 077

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!