Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

ESSA TAL FELICIDADE





Sabe,
aquele sonho
que se sonha acordado,
previsão definida
de um futuro de vida?
Soou falso!
Pois eu, credulidade
a cada recomeço,
encharco-me de certezas,
face às tuas camuflagens.
Bobagens
de uma tola inconsequente,
totalmente dependente,
em busca da felicidade!


©rosangelaSgoldoni
28 09 2011
RL T 3 247072

Poesia  selecionada e publicada na Antologia
MELHORES DA POESIA BRASILEIRA
Editora All Print SP 2012
Coordenação:
Jane Rossi e Monica Rosenberg

Um comentário:

Seu comentário será bem-vindo!