Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

SAIU CANTANDO PNEU!



SAIU CANTANDO PNEU!

Avisei que não te amava:
você não acreditava!
Quis dar uma de bom moço:
mas já estava no fundo do poço!
Quando a mão estendi,
achou que era dono de si!
Agora saio de cena:
 acabo co’a cantilena.
Esqueça-me quando acordada:
mantenho a porta fechada.
Acredite: foi adeus de verdade!
Não aceito a mediocridade
de alguém que desencantou!

©rosangelaSgoldoni
01 10 2011
RL T 3 256 436

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!