Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 24 de maio de 2011

MONÓLOGO COERENTE


Imagem: Christine Comyn


Meus versos revelam-se confessionais
(inibo o cunho religioso para o exposto).
Entranhas exibidas à tela aberta,
sem pudores e cautelas.
Dispenso o exibicionismo.
Apenas com o analista
este sim, um novelista,
costurando minha vida:
eu, remendos poéticos!

Monólogo coerente
de um enredo inconsistente
onde há muito o que decifrar.

©rosangelaSgoldoni
25 05 2011
RL T 2 991 598
revisado em 12 12 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!