Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sexta-feira, 9 de março de 2012

TROCANDO A COR DA FARDA






Há dias em que a mente
acorda nublada,
apesar do sol vibrante
sorrir por todos os lados.
Prontidão permanente quando
a tristeza tentar sentar praça!
E, se persistir,
troque a cor da sua farda.
Que tal azul-anil?
Municie com as cores do arco-íris
 o seu fuzil.
O dia que acreditava nublado,
revelar-se-á abençoado
e a tristeza,
empunhando bandeira branca,
transmutar-se-á em esperança.

©rosangelaSgoldoni
10 03 2012
RL T 3 545 641









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!