Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 28 de março de 2012

CHUVA DE OUTONO





Chegou intempestiva
lavando o curso da estrada;
transbordando ribeirões,
odores de terra molhada.
Chuva de outono  depura
as tristezas consolidadas;
eu, lucidez ou loucura,
entrego-me extasiada!
Transporto-me,
asas e plumas
sou fénix ressuscitada.

©rosangelaSgoldoni
29 03 2012
RL T 3 581 951

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!