Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

RENDIÇÃO INCONDICIONAL



Quisera afogar-me num copo de cerveja.
Quem sabe, numa taça dum bom tinto!
Mas pondero: estou a desconhecer meus versos!
O máximo que me permito é um mini-panetone.
Não, não estou de dieta,
sou diabética.
Mando às favas glicoses, frutoses
açúcares e xaropes.
Do tanto que me foi retirado,
do muito que me foi suprimido,
dos sentimentos invalidados
e os que o foram indeferidos,
extraídos a fórceps
ou negados por principio,
eu me rendo incondicionalmente
e, assim,
EU ME PERMITO!
Não estou a questionar a vida,
mas há días em que é preciso gritar,
e se a boa educação impede,
a poesia não vai me negar!

©rosangelaSgoldoni
19 12 2011
RL T 3 409 981

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!