Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

MINHA PRINCESA



Princesa sem cetro,
coroa ou fantasia:
na verdade, minha rainha.
Negra, esbelta,
dentes alvíssimos,
elegância implícita:
sempre solícita.
Bens materiais?
Uma casinha de madeira
no quintal, seu pedestal.
Sorriso franco:
a cauda abanando!
Submissa quando repreendida.
Genuína vira-lata,
uma estirpe discriminada.
Um dia minha Princesa partiu.
Confesso: chorei!
Mas, descobri em sonhos
que, no céu,
as almas dos cães
tem carinho e atenção:
brincam com bolinhas de nuvens
com os anjinhos de plantão.

©rosangelaSgoldoni
05 10 2012
RL T 3 922 244


Um comentário:

  1. Carmen Lins de Carvalho20 de novembro de 2012 11:36

    "no céu,
    as almas dos cães
    tem carinho e atenção"
    Lindo demais!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!