Rascunho versos. Neles, sentimentos.

domingo, 25 de novembro de 2012

INSTINTO PROTETOR





Pérolas desavisadas
acreditam-se maculadas
pelo grânulo invasor.
Pobres pérolas aprisionadas,
não entendem que, nacaradas,
anulam seu malfeitor.
Ensaio os caminho da natureza,
não que seja conveniência,
talvez instinto protetor.

E quando machucada por fartas evidências
torno-me bivalve por contingência:
encerro-me véu nácar transparente,
envolvente redoma interior.

©rosangelaSgoldoni
14 09 2012
RL T 4 005 200


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!