Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

SORRISOS E PROMESSAS






Por que sempre voltas
com sorrisos e promessas
de felicidade?
As tuas palavras
já não me servem de nada,
soam-me pueris.
Alento sem comprometimento?
Meus sentimentos esvaziam-se
como um balão de gás.
Sabes o que estás a plantar:
tua colheita não será surpresa.
Quanto a mim,
esquecer-te?
Plenamente viável,
objetivo inexorável!

©rosangelaSgoldoni
17 02 2012
RL T 3 504 715

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!