Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

À PROCURA DA POESIA




À PROCURA DE POESIA

Saí, desencantada da vida,
à procura de poesia.
No caminho, o mar,
além de muitos poetas a me esperar.

À flor da pele estavam meus nervos:
um desenredo que me fez chorar.
Sem censura, juntei-me aos bons
que estavam a se apresentar.

Mais uma vez percebi,
agora consolidado,
poeta não tem que ser triste:
importante é o vivenciado.

Dancei, cantei , rodei
por caminhos que  outros traçaram;
agradeço também o carinho
que todos compartilharam,
agora sinto-me leve,
“SOU POEMA À FLOR DA PELE!”

©rosangelaSgoldoni
28 08 2011
RL T 3 187 772 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!