segunda-feira, 15 de setembro de 2014

PERFEIÇÃO? NÃO!





Não espere o meu afeto,
não me creia distinção;
meu coração irriquieto,
não tolera perfeição.


©rosangelaSgoldoni
14 09 2010
RL T 2 496 703
Publicada na Antologia Mulheres Fascinantes, Editora Delicatta, SP 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!

VERSOS PANDÊMICOS

Sem respeitar fronteiras, fraciona vida e morte em lotes de horror. Separadas por tubos e muros, famílias se desencontram ...