Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

GENTE QUE É GENTE




Gosto de gente 
que não sorri entre os dentes,
que faz da vida um presente
e sabe estender a mão.
Gosto de gente que entende
e que se faz entender
quando o exige a situação.
Gosto de gente sincera,
não alimenta refregas,
é plural, não solidão.
Gosto dos que aglutinam
no seu estilo,
cultivam o respeito
desprezam senões.

Gosto de gente que é gente,
sem mimetismos ou disfarces plurais.


©rosangelaSgoldoni
21 06 2012
RL T 3 749 553

Um comentário:

  1. Carmen Lins de Carvalho28 de junho de 2012 18:19

    Um sorriso franco, leal, bom demais.

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!