Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

BOM DIA. MADRUGADA!





Um chamado inesperado
agita-me a alma.
A caneta se impõe:
venha, rascunhe, rabisque!

A mão cansada não resiste
e ensaia um poema.
Mas a idéia congela,
a emoção não aflora.

Os primeiros raios de sol
surgem timidamente.
Insinuam-se pálidos,
quase esquálidos!
E a névoa impiedosa
encobre qualquer vestígio
de poesia.


©rosangelaSgoldoni
19 11 2009
RL T 2 670 560


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!