Rascunho versos. Neles, sentimentos.

domingo, 7 de julho de 2013

PORTA ENTREABERTA



Mantenho a porta entreaberta
por motivos de precaução:
não quero deixar espaços
que se ocupem da solidão.

Deixo a porta entreaberta
por tratos de hospitalidade:
quem sabe se apresentem à porta
projetos de felicidade?

Janelas escancaradas,
aguçam a imaginação,
sortilégios desmesurados
alimentam-me à exaustão;
mas só a porta entreaberta
é esperança de transposição.

©rosangelaSgoldoni
07 07 2013
RL T 4 376 048

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!