Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 7 de julho de 2015

VINHOS & AROMAS



Vinho
[a profanar artérias]
alimenta o sangue
[no circular dos versos]
ao aromatizar-se poesia.
Ruborizam-se
as faces descoradas
[embriagadas]
insensatez [con]sentida
pós-escrivaninha.

©rosangelaSgoldoni

21 06 2014
pubicado em 
Fiapos de Lucidez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!