Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

OLHAR DESPREVENIDO




OLHAR DESPREVENIDO

Sanhaços,
caquis,
ameixas e coqueiros
 espremidos,
estrangeiros
na selva imponente,
concreto recorrente
da
Avenida Paulista.
Um olhar desprevenido
flagra a poesia viva!

©rosangelaSgoldoni
01 06 2014
RL T 4 829 254

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!