Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sábado, 17 de agosto de 2013

ONDE ESTÃO AS MANHÃS ESPONTÂNEAS?





Por você fiz loucuras tamanhas,
insanidades extemporâneas!
Mas, acabaram-se as artimanhas
e as manhãs espontâneas.

Para trás ficaram as cores
que enfeitavam nossa cama;
murcharam-se as flores
testemunhas deste drama.

Agora é recomeçar
mas não sei desatar o nó:
então me ponho a cantar
"É preciso aprender a ser só"!

©rosangelaSgoldoni
06 11 2010
RL T 2 599 535


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!