Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

LAPSO DE TEMPO




Sou
prece
onde
transparece
o
indescritível
da
Criação.
Sou  
que
se
dispersa
na
finitude
da
Imensidão.
Sou
credo,
momento etéreo,
um lapso de tempo
encapsulado no universo.

©rosangelaSgoldoni
25 10 2012
RL T 3 952 458


2 comentários:

  1. Que belo, Rosangela! São ritmos do ser que batem nos seus poemas.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo seu blog, Rosângela. Também faço parte do grupo de poesia da nossa Soninha Imamura. Gostaria de saber se você é parenta do Ronaldo Goldoni, que foi meu colega, como professor, no Centro Educacional de Niterói. Ele, como professor de Educação Física; eu, de Cerâmica. Se for parenta dele, pfavor mande notícias !!!
    Um abraço carinhoso e sucesso com seu belíssimo blog (e suas poesias MUITO sensíveis).
    Fernando Naxcimento (fnax@globo.com)

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!