Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

QUANDO O VENTO POR MIM PASSA II


Quando o vento por mim passa
assusto-me e estremeço,
mesmo assim eu agradeço
e renego a ameaça.
Colo o rosto na vidraça
e lembro-me do que sofri,
das noites que não dormi,
calada, amordaçada.
Ergo então uma taça
brindando ao que não vivi.


©rosangelaSgoldoni
05 08 2008
RL T 2 672 395 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!