Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sábado, 30 de janeiro de 2016

IMPRESSÕES METAFÓRICAS II




Orbitando palavras
capturo poemas
que me sinalizam do etéreo.
Recobertas de mistérios
não me permitem aleivosias.
Embora submersos em tramas anárquicas,
filosofias não me elucidam os impulsos,
quase frenéticos,
no desenlace dos versos em gestação.

Minhas incertezas continuam evidentes:
um constante processo de investigação.

Publicado em Fiapos de Lucidez, 2014, 
Editora Somar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!