Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

NO BALANÇO DAS HORAS


No balanço das horas
foi-se a memória...
Uma fuga honrosa
pro que aconteceu!
Eu perdi,
você perdeu!

rosangelaSgoldoni
08 12 2010

RL T 2 661 501

terça-feira, 29 de setembro de 2015

PERMITA-SE, AMIGA!



É amiga,
é preciso coragem,
desconhecer limites
esquecer as “ites”
alimentar auto-estima,
liberar adrenalina,
para mais que sobreviver:
É preciso viver!

Chega de poço,
de escuridão,
de tanto senão,
não feche questão.

Abra o portão,
deixe a surpresa
fazer gentileza,
estenda a mão;
imagine sentir-se
em levitação.

Permita-se!

rosangelaSgoldoni
19 02 2011
RL T 2 801 172

sábado, 26 de setembro de 2015

VALHA-ME VERSO!




Tarde fria e chuvosa!
Saudade impiedosa
aplacada
pelos versos de prontidão.
Garoa melancólica,
de triste memória,
a me desafiar.
Do nada,
o sol se faz presente,
ilumina o jardim:
a poesia flui!
Logo a quinta estrela parte
deixando-me,
destarte,
carente da criação.
Retomo, breve, o compasso:
do verso faço estandarte
do bloco dos desvalidos!

©rosangelaSgoldoni
O4 06 2015
RL T 5 266 494
Publicado na Antologia "Entre o Samba, o Fado e a Poesia" 2015
Comemorativa do II Encontro de Poetas da Língua Portuguesa
Dowslley Editora

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

DISTRAÍDOS E AFLITOS






Foi um sorriso ausente
que se fez presente
num momento distração.
Distraídos e aflitos,
malgrado os conflitos,
recorrente atração.
Parte, ó solidão que nos abraça,
leva contigo aquela taça,
‘inda espocam borbulhas da paixão.

©rosangelaSgoldoni
07 02 2015
RL T 5 394 818

terça-feira, 22 de setembro de 2015

LANÇAMENTO DA ANTOLOGIA "ENTRE O SAMBA, O FADO E A POESIA"

II ENCONTRO POETAS DA LÍNGUA PORTUGUESL

"Entre o samba, o fado e a poesia"
A poeta idealizadora: Mariza Sorriso
 Dowslley  Editora


ELOS DE PRIMAVERA



Chove mais,
chove menos.
Sofremos!
Secas,
alagamentos.
Extremos!
Natureza em primavera
busca o elo perdido:
Respeito!

©rosangelaSgoldoni
22 09 2015
RL T 5 390 286

terça-feira, 15 de setembro de 2015

PONTOS DE VISTA



Olhos
e
Ângulos
Dependem
do
Quanto,
do
Tanto,
ou
do
Nada?
Questão de
Ótica
ou
de
Lógica?

Emoção.

Intensifique-se!


©rosangelaSgoldoni
15 09 2015
RL T 5 382 894

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

PRESENTE: ESTOU VIVA!




Chegou a hora
de retomar meu tempo,
talvez perdido,
mas não foi em vão!

Ausente da vida,
presente no amor,
a dor dividida,
alguém se calou.

O canto ressurge,
o sol despontou,
Presente, estou viva,
sou chama no alvor!

Rogoldoni
31 10 2009
RL T 2 486 855
Alguns dias depois da passagem de minha mãe.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

GOSTO DE BOLEROS



Adoro fados.
São tristes e belos.
Não me agradam os tangos.
Além de tristes, dramáticos,
excessivamente temáticos.
Gosto de boleros.
Ah! Os boleros...
Parecem-me sinceros.
Meus perfumes de gardênia,
perdão, eu peço vênia,
não têm um tom austero.
Num clima de romance,
de alguém, mesmo distante,
revelam em cada verso
a volta que espero.

©rosangelaSgoldoni
18 11 2010
RL T 2 628 308

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

ALFORRIA



Correntes,
Cremalheiras,
Dormentes;
Pesadelos
Recorrentes;
Salva-vidas.

Alforrie-se!

rosangelaSgoldoni
07 09 2015 TF SMM
RL T 5 377 965

terça-feira, 8 de setembro de 2015

PARQUE ESTADUAL DO DESENGANO




Atlântica festa,
floresta qu’empresta
suas luzes e cores.
Tucanos, bromélias,
saíras, sanhaços,
esbarram-se em flores.
Cereja, amora,
pitanga, acerola:
aromas, sabores.
As nuvens, abrigo,
cortinas de pano,
as pedras, sensores!
Energia de viver!

©rosangelaSgoldoni
Parque Estadual do Desengano
SMM RJ
08 09 2015
RL T 5 375 427

http://www.inea.rj.gov.br/Portal/Agendas/BIODIVERSIDADEEAREASPROTEGIDAS/UnidadesdeConservacao/INEA_008596


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

CHÃO DE AMORAS





Pisava sobre o chão de amoras
que assoalhava a grama.
Delicados bordados violáceos
tecidos em graças de comemorar
proximidades de primavera.
Deitou-se à sombra da amoreira,
olhos voltados ao céu.
Percebeu que o balé da vida
vai além das estações.
Regido pelas emoções,
as cores ultrapassam primaveras!
Adormeceu em paz!

©rosangelaSgoldoni
03 09 2015
TF SMM
RL T 5 374 446

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

ENTRE PAREDES



Zunido ao pé do ouvido:
intrigas.
Ensurdeço.
Corto as asas da imaginação.
As paredes ensaiam desmaiar
(parecem-me saudosas).
- Nem te ligo,
paredes desprovidas
de bom senso:
o inverno também passa!

©rosangelaSgoldoni
22 03 2015
TFSMM
RL T 5 368 676