Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

TARDE INESPERADA



Coqueiro exibido em verde
projeta-se ao vento
em desajeitada elegância!
Mar que se expõe em azul
reflete as certezas
das marés e alternâncias.
O céu a tudo comtempla
do alto de sua infinitude.
O tempo,
inebriado,
perde-se dos ponteiros.
Planta-se espectador
naquela tarde inesperada.

©rosangelaSgoldoni
23 09 2015
Aracaju SE
RL T 5 442 545

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!