Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 9 de junho de 2015

ENTRE VERSOS




Sem rumo,
fora de prumo,
perdeu-se da lucidez que,
vez por outra,
o visitava.
Sentou-se à praça da euforia
na esperança de sorrisos eternos.

Entregou-se ao sono.

No labirinto dos sonhos
reencontrou-se entre versos.
Frenesi em poesia
destraçando o trançado da vida!

©rosangelaSgoldoni
07 12 2014
RL T 5 271 577

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!