Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

PORTA-BANDEIRA




Na roda da saia
desfilam seus sonhos.
A porta-bandeira,
linda e faceira,
rainha ou princesa
supõe-se.

Num minueto/batuque
repiques e pratos:
desliza no salto
com o seu mestre-sala.
Avenida em transe,
reverência e aplausos.

Na dispersão,
sombria verdade:
de volta ao bloco da realidade.

©rosangelaSgoldoni
13 02 2015
RL T 5 135 938

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!