Rascunho versos. Neles, sentimentos.

domingo, 15 de fevereiro de 2015

O SER E O NÃO DIZER





Equilíbrio aparente
reveste minha inquietação
frente ao mundo,
ao tudo
que me cerca.
Infância,
descobertas,
olhares além do indispensável.
Esta coerência,
por vezes,
inadiável,
não se dissolve frente a
qualquer explicação.
Não busco lógica ou filosofia.
Somente a harmonia necessária
entre o ser e o não dizer!

©rosangelaSgoldoni
16 02 2015
RL T 5 138 732

2 comentários:

  1. Boa tarde Poetisa, ando um pouco sumida , mas não poderia deixar de ler seus belos versos aqui em seu Blog!
    Abraços,
    Efigenia

    ResponderExcluir
  2. Agradeço a presença e comentário, Efigenia Coutinho!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!