Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

POEMA EM DESCOMPASSO




Tonta esta cabeça de poeta...
Retrata o trato diário,
emoções sem anestesia.

Procuro um colírio de chuva,
um cacho de uva...
Salvo melhor rima,
penicilina!

Nem tudo que parece é trapo,
nem tudo que balança é prato.
Somente a palavra conforta
estas teclas mal batidas.

Velhinho é o tempo que partiu!

©rosangelaSgoldoni
05 12 2014
RL T 5 059 207

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!