Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

[RE]POUSO E SERENIDADE





Precipita-se a tarde!
Siriemas
dão o toque da melodia nativa:
festejam a chuva miúda
que se renova no batismo da mata.
Bem-te-vis apressados
ziguezagueiam alvoroçados:
parecem  brincar de pique-esconde.
A cigarra traduz-se num estridente
boa noite!
Cai o pano,
o silêncio reina soberano.
Sonhos dispensados nesta noite
de [re]pouso e serenidade.

©rosangelaSgoldoni
24 11 2014
RL T 5 048 691

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!