Rascunho versos. Neles, sentimentos.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

POEMA DESTILADO




Tento embrulhar o verso.
Rosa choque ou marron?
Papel crepom!
Satisfação intimista
ao frisson criativo inibido,
claudicante,
onde nada parece fazer sentido.
Sigo embrulhando o verso
(celofone neon);
ultrapasso a realidade
destilo um poema Bourbon.

©rosangelaSgoldoni
21 09 2013
RL T 4 539 393

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!