Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 4 de março de 2013

DECISÕES SEM DISFARCES (DIA DA MULHER)




Lutou
por uma vida com dignidade,
um pouco de felicidade,
(instinto de sobrevivência).

Rezou
pelos filhos que nada entendiam,
por crescerem, coesos, unidos,
(independentes, porém, solidários).

Chorou:
descrente das suas promesas;
descobrindo, inimiga, a pressa;
cultivando amor e paciência.

Sentou
resignada  nutriz à espera
da colheita dos frutos maduros,
consciente de que o melhor adubo
não seria garantia de safra.
A boa, só o tempo revela,
deu um basta e, sem culpas, atrela-se
a um momento em que ousa viver.

Sorriu!

©rosangelaSgoldoni
04 03 2013
RL T 4 171 699

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!