Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

VÉUS DE MUSSELINA




Um amor despreocupado,
sem angústias ou sobressaltos,
espreita-me n’alguma esquina.

Um amor sem chorumelas,
sem tramas de telenovelas,
que se esconde além da neblina.

Urge descortinar-me
a tempo de revelar-me
à luz das suas retinas.

Amor sem contraditório,
que hidrate meus sonhos e poros
entre véus de musselina.

 ©rosangelaSgoldoni
16 02 2013
RL T 4 143 276
Publicado na Antologia Café com Verso, vol. 2, 2013, Editora Futurama SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!