Rascunho versos. Neles, sentimentos.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

MARES DE SOLIDÃO




Não
sei
se
ainda
te
amo
ou
me
acostumei
com
você.
Dúvida que não incomoda
pois sou predisposta às
oscilações das marés e paixões:
timoneiro que navega
guiado pelas estrelas,
esperanças na algibeira,
singrando mares de solidão.

©rosangelaSgoldoni
30 11 2012
RL T 4 031 435

Um comentário:

  1. Carmen Lins de Carvalho17 de dezembro de 2012 15:33

    Esse coraçao leviano é apaixonante, tal como a poesia de Rosangela!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem-vindo!