Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

SENHORA DE SI



Naquele rosto
marcado pelo tempo
a juventude encontrara abrigo.
O brilho do olhar ainda se estendia além do horizonte.
Os brincos alongados combinavam com a
brevidade do louro que ostentavam
seus cabelos discretamente presos.
Suavemente bronzeada.
Um par de óculos de sol pendia do entreaberto da blusa.
Uma bengala cabeça de cão, talvez prata,
repousava a seu lado.
Ali, sentada, na sala de embarque do aeroporto,
Porto Seguro de suas emoções, pensei!
Senhora da razão de si mesma,
comprovava a luz que irradiava.

©rosangelaSgoldoni
Porto Seguro BA
15 05 2015
RL T 5 245 470

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!