Rascunho versos. Neles, sentimentos.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

CACOS DE VIDRO




Cacos de Vidro

Há sonhos que nascem fadados ao impossível.
Deixam rastros,
cobram pedágios,
cacos de vidro.
Atenta aos sinais,
retraçar rumos
não me parece absurdo.
Há um leme camuflado na mente.
Sensibilidade,
toques de veludo
calibram
os desejos mais profundos.
Que venha o provável!

©rosangelaSgoldoni
11 08 2014
RL T 4 918 489

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!