Rascunho versos. Neles, sentimentos.

sábado, 16 de julho de 2016

COISAS VERDADEIRAS




Algo assim delicado,
suave ao tato,
gentilezas...
Algo descomplicado,
assim burilado,
sutil natureza...
Cores de frutos no pé,
carambola e café,
de vez à colheita...
Orvalho em pele de uva,
imaculada leitura,
sem medos, espreitas...
Coisas assim,
verdadeiras,
hão de ser contumazes!

©rosangelaSgoldoni
17 05 2015
RL T 5 699 220

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será bem-vindo!